22 de jun de 2009

Bullying





eu axei essa materia numa revista e resolvi comenta aqi, tipo Bullying é a famoza zoação,ou mais intelectualmente falando é a violencia tanto fisica quanto psicologica praticados contra uma ou mais pessoas. quem nunca foi zuado, xamado de nomes estranhos e muitas vezes insultado a ponto de vc não aguentar mais, quem nunca sofreu na mão dos arruaceiros da escola. eu adimito, a minha infancia foi uma meerda, mas foi uma merda msm. da 1ª ate a 4ª serie era normal issu, uma zuaçõazinha, brincadeirinhas de mau gosto e por ai vai. mas da 5ª ate a 8ª foi um inferno. sabe aqela sensação de vc qere desaparece? de não qere nem te nascido? pois eh, eu sei. mas xega de fala d mim e vamu para o asunto^^:

Bullying é um termo inglês utilizado para descrever atos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo (bully ou "valentão") ou grupo de indivíduos com o objetivo de intimidar ou agredir outro indivíduo (ou grupo de indivíduos) incapaz(es) de se defender.

Em escolas, o bullying geralmente ocorre em áreas com supervisão adulta mínima ou inexistente. Ele pode acontecer em praticamente qualquer parte, dentro ou fora do prédio da escola.

Um caso extremo de bullying no pátio da escola foi o de um aluno do oitavo ano chamado Curtis Taylor, numa escola secundária em Iowa, Estados Unidos, que foi vítima de bullying contínuo por três anos, o que incluía alcunhas jocosas, ser espancado num vestiário, ter a camisa suja com leite achocolatado e os pertences vandalizados. Tudo isso acabou por o levar ao suicídio em 21 de Março de 1993. Alguns especialistas em "bullies" denominaram essa reação extrema de "bullycídio".

Os que sofrem o bullying acabam desenvolvendo problemas psíquicos muitas vezes irreversíveis, que podem até levar a atitudes extremas como a que ocorreu com Jeremy Wade Delle. Jeremy se matou em 8 de janeiro de 1991, aos 15 anos de idade, numa escola na cidade de Dallas, Texas, EUA, dentro da sala de aula e em frente de 30 colegas e da professora de inglês, como forma de protesto pelos atos de perseguição que sofria constantemente. Esta história inspirou uma música (Jeremy) interpretada por Eddie Vedder, vocalista da banda estadunidense Pearl Jam.

Nos anos 1990, os Estados Unidos viveram uma epidemia de tiroteios em escolas (dos quais o mais notório foi o massacre de Columbine). Muitas das crianças por trás destes tiroteios afirmavam serem vítimas de bullies e que somente haviam recorrido à violência depois que a administração da escola havia falhado repetidamente em intervir. Em muitos destes casos, as vítimas dos atiradores processaram tanto as famílias dos atiradores quanto as escolas.

Como resultado destas tendências, escolas em muitos países passaram a desencorajar fortemente a prática do bullying, com programas projetados para promover a cooperação entre os estudantes, bem como o treinamento de alunos como moderadores para intervir na resolução de disputas, configurando uma forma de suporte por parte dos pares.

Dado que a cobertura da mídia tem exposto o quão disseminada é a práctica do bullying, os júris estão agora mais inclinados do que nunca a simpatizar com as vítimas. Em anos recentes, muitas vítimas têm movido ações judiciais diretamente contra os agressores por "imposição intencional de sofrimento emocional", e incluindo suas escolas como acusadas, sob o princípio da responsabilidade conjunta. Vítimas norte-americanas e suas famílias têm outros recursos legais, tais como processar uma escola ou professor por falta de supervisão adequada, violação dos direitos civis, discriminação racial ou de gênero ou assédio moral.

O bullying nas escolas (ou em outras instituições superiores de ensino) pode também assumir, por exemplo, a forma de avaliações abaixo da média, não retorno das tarefas escolares, segregação de estudantes competentes por professores incompetentes ou não-atuantes, para proteger a reputação de uma instituição de ensino. Isto é feito para que seus programas e códigos internos de conduta nunca sejam questionados, e que os pais (que geralmente pagam as taxas), sejam levados a acreditar que seus filhos são incapazes de lidar com o curso. Tipicamente, estas atitudes servem para criar a política não-escrita de "se você é estúpido, não merece ter respostas; se você não é bom, nós não te queremos aqui". Freqüentemente, tais instituições (geralmente em países asiáticos) operam um programa de franquia com instituições estrangeiras (quase sempre ocidentais), com uma cláusula de que os parceiros estrangeiros não opinam quanto a avaliação local ou códigos de conduta do pessoal no local contratante. Isto serve para criar uma classe de tolos educados, pessoas com títulos acadêmicos que não aprenderam a adaptar-se a situações e a criar soluções fazendo as perguntas certas e resolvendo problemas.(wikipedia)

cinseramente eu axo issu ridiculo, se uma criança cresce em um ambiente distorcido por tais agresores é claro q ela vai cresce com problema pisicologico (tomem o meu caso como exemplo XD), suicidio,propenção a violencia, izolamento, depreção e tantos outros problemas são normais nas crianças de hoje. eu nunca fui santo, mas tbm nunca fiz a infancia de uma criança mizeravel como fizeram com a minha. beem hoje tenho amigos do meu lado e alguem de q gosto muiito^^ ou seja, num existe cara mais feliz doq o bobo alegre aquiXD.

13 de jun de 2009

Ex-Naruteiro recuperado..MEU OVO!!!

segue agora um relato de um "ex-naruteiro":

Sempre fui apegado à Deus, ia aos cultos todos os dias, não perdia um encontro de jovens, estava sempre em sintonia com Ele, nosso Senhor Jesus Cristo. Chegava da escola na hora do almoço e ligava o meu televisor, sem saber que fazendo isso, deixava uma brecha para o demônio adentrar meu lar. Um simples desenho animado se tornou o meu maior tormento.

Começou por acaso, liguei no SBT e estava passando um desenho muito colorido, feito pra atrair os jovens e levianos. Em pouco tempo não só me viciei no anime mas também passei a baixar todos os episódios pela internet. Estes desenhos são feitos por japoneses não-cristãos. Lançam mais de 500 capítulos para prender as crianças na frente do televisor e ganhar suas almas. São conhecidos como fillers no meio.

Nesta época perdi o interesse em ir à Igreja e me envolvi com uma galera da pesada, os otakus. Meu vocabulário se resumia à palavras japonesas, como ‘kwai’, ‘tadaimas’ e outras idiotices. No início meu pai ficou feliz, pois achou que eu estava falando línguas (O dialeto do Espírito Santo). Ele só foi perceber que eu havia me distanciado no dia de um evento de anime, o AnimeGO.

Meus amigos me convidaram e disseram que tinha que fazer ‘cosplay’, se vestir como os personagens dos desenhos. Ia saindo vestido de Sasuke, e ao passar por meu pai, ele ficou perplexo. De início ele não entendeu, pensou que eu havia me tornado homossexual, mas não, havia me tornado uma coisa muito pior, um otaku.

“- O que significa isso meu filho? Você não vai sair com estas roupas de mulher, vai?”

Quando escutei isso senti raiva, e achei meu pai um ignorante, e até pensei em escrever seu nome na minha Death Note, contrariando o quinto mandamento. Saí de casa mesmo assim.

Ao chegar no evento nossa galera se deparou com uma turma rival, os caras do Bleach. Logo na entrada, talvez sob efeito de drogas, começaram as provocações. Ficamos calmos, mas quando disseram que Bleach era melhor que Naruto perdemos a cabeça e partimos pra cima deles. Pra nosso azar o Ichigo tinha um facão de verdade, uma zangetsu da tramontina muito bem amolada. Esse Ichigo, gritando Bankai, desferiu vários golpes em mim e nos meus colegas. O evento virou um banho de sangue, tive um corte no braço e meu amigo Olemário teve um dedo decepado.

A polícia foi acionada e os que estavam em condição sairam correndo, outros ficaram no chão, cheguei em casa todo cortado, meus pais ao verem aquilo choraram muito e oraram pra que o diabo saísse do meu corpo. Mas eu só queria mais e mais, comecei a baixar mais animes e a ler mangás, que são lidos de trás pra frente, simbolizando o retrocesso da alma.

Perdi totalmente os valores cristãos, até cogitei me mudar para o Japão. Passava horas na internet vendo pornografia japonesa, os hentai e jogando jogos de estupro, ‘Rapelay’.

Um dia saí de casa pra jogar Magic e fumar maconha com os amigos. Coloquei a minha bandana kunai na cabeça e fui pegar o ônibus para o cemitério municipal, onde organizavamos os rounds.

magic

Cheguei lá e começamos a jogatina. Magic é como um truco do diabo, são usadas cartas com temáticas umbandistas, e símbolos pagãos. O Olemário jogou uma carta muito forte, cheia de mana. Aí tive que usar meu trunfo, o Scion of Darkness. Quando joguei a carta na tumba ela estremeceu, senti um vento frio que me gelou a espinha. Nós tinhamos evocado uma entidade de umbanda sem saber. Olhei pra trás e vi um sujeito de terno branco, camisa listrada, chapéu panamá social branco, sapato mocacin branco e cordão de ouro. Era ele mesmo, o Zé Pelintra.

Como eu era ligado em anime e magic, conhecia todos as entidades do umbanda de cor. Meus amigos não se assustaram, mas eu sim. Corri e pulei o muro do cemitério, cheguei em casa e acordei meu pai, contei tudo que sabia. Ele, um obreiro conceituado, orou muito por mim. Nesse dia aceitei Jesus novamente.

Meus dois amigos que estavam comigo no cemitério estão perdidos na vida, um se envolveu com o tráfico de drogas. E o outro pelo que soube ingressou num grupo de samba e faz uso extenso de cachaça.

Espero que este meu testemunho sirva de relato para todos aqueles que foram iludidos e seduzidos por estas obras do diabo.

................................................


1º: eh extremamente proibida a entrada em QALQER evento de qualqer objeto cortante ou espada/katana de ferro. (vc eh revistado por seguranças poh >.<)

2º:foi confirmado por uma pessoa q num sabe nada d naruto -sasuke É gay-

3º:magic (tanto qanto yu-gi-oh) não tem nada a ver com o diabo ou qalqer entidade das trevas -É SOH UM JOGO-

4º: soh pq o playboy ai do relato se meteu cum gente errada e fumo tanta maconha q xego a alucina cum um cara d branco naum qeh dize q todo otaku eh adorador do diabo e drogado


bem esses saum os meu pontos principais..agora vamos para uma peqena discução


eu agradeço a minha prima por ter me apresentado ao mundo dos desenhos japa pois sem esse universo diferente eu naum teria tantos amigos qanto tenho hoje. sou rockero (naum muito mas ainda sim gosto do estilo), otaku desde os 10 anos de idade. ateh agora naum fumei naum xerei naum matei e num entrei em briga de gangue. naum adoro o diabo nem cultuo a deus.c for olhar meu historico diria q sou cristaum (fiz primeira comunhão e talz), mas sou ateu por opção.

na minha humilde opiniaum esse relato q o muleke ai fez insulta uma cultura inteira, pois os animes alem de serem criados para entretenimento das pessoas carregam cenas do dia-a-dia coisas q vivenciamos pelo menos uma vez. momentos de tristeza, alegria, realização, tudo issu eh demonstrado nos mangas/animes.

eu li mais alguns relatos nesse site e tenho q falar praqele tal pastor q ele tem q estudar mais sobre teologia (coisa q eu msm axo interesante).

bem eh issu XD flw

11 de jun de 2009

Girl got game

eu tahva ajeitando os meus arquivos, colocando tudo em ordem e beeem organizadinhos^^. ai chego a vez da pasta dos mangas, foi ai q pensei "hhmm eu devo ter bastante manga aq...qanto sera q tem....o.o...O.O...". para meu espanto eu tenho 20,1 GB soh de mangas, são mais de 20gb soh de imagens (para ser exato são 88.700 imagens em 3.391 pastas). ganhando dos 16,5GB da pasta de animes (com 350 arquivos de video). issu pq eu ainda não arquivei direito os arquivos deste ano o.o. tah xega d fala q sou um viciado em manga e vamos ao q me trouxe aq^^:Girl got game. esse eh um manga q eu axei por acaso no site manga traders. esse manga conta a historia de Kyo Aizawa uma garota de 16 anos q se muda para uma nova cidade, onde a escola local eh famoza pelo seu uniforme feminino (q jah foi noticia ateh de revistas de moda). mas o outro motivo q levou o pai de Kyo a se mudar foi pelo outro motivo pelo qal a escola eh famoza, seu time de basqete masculino. o pai de Kyo forjou os documentos de inscrição da filha e matriculou ela na escola como um garoto para poder realizar seu sonho de entrar numa liga proficional (coisa q não pode fazer pois o pai de Kyo sofreu um acidente causando sua aposentadoria prematura).
essa eh mais uma tipica historia de crosover onde a filha eh abrigada a realizar os sonhos do pai e a garota acaba se apaixonando por seu colega de turma. mas tirando o cliche principal esse manga entrou na minha lista dos top 10^^ (por enqanto a minha listah tem apenas cinco mangas sendo Girl got game o 4º XD).

ahh esse manga esta completo no manga traders e a imagem dos scans estah rasoavel (e em algumas situações estah otima^.^). e tambem vale apena ver os one shots q vem junto com o manga

agradeço a atenção e volte sempre XD

6 de jun de 2009

XD

eu percebi uma cois em meu blog...as minhas duas unicas postagens (por inquanto XD) paressem apenas resumos de um resumo bem resumido. eu gostaria d falar mais sobre esses asuntos mas eu axo q num tenho muita paciencia para tal

intaum gomene mina por posts taum resumidinhos^^

Maori

Maori, um povo q nunca esqueceu suas origens e que até hoje passa as gerações seguintes seus costumes.
eu soh xeguei a ver esta cultura graças a um trabalho q tive q fazer sobre a nova zelandia(ou Aotearoa como os maoris xamam a nova zelandia). parece q os maori vieram da polinesia para a nova zelandia +/- antes do seculo XIV (talvez beeem antes mas d acordo com minhas pesquisas foi +/- por ai msm).Maori (ou Mãori em ingles) significa "normal", "natural" ou "ordinario". uma das curiosidades q axei sobre esse povo foi suas danças cerimonias (tanto prara entrar em guerra qanto para comemorações) denominada haka. qem curte rugby (q nem eu *--*) deve conhecer os famozoz All Blacks da nova zelandia, toda vez antes de entrar em algum jogo eles performam o haka para aumentar sua autoestima. nesse haka os participantes usam movimentos bruscos e expreções como olhos arregalados e lingua para fora para demonstrar que não estaum para brincadeira e que iraum massacrar seus inimigos na batalha. outra coisa interesante tbm saum suas tatuagens, tornando-os assustadores e ameaçadores para quem ve.

2 de jun de 2009

Maximum



Yooo mina-san^^/

Uma terça beeem gelada (uma daquelas pra fika d baixo do edredon XD), volto da escola tremendo, e venho pensando...oq q eu vo posta lah no blog hoje...eu pensei...pensei...ateh q o meu celular toco, e adivinha a musica... Wat's up peaple do maximum the hormone. pronto tah ai o meu assunto d hoje.
O vocal com a garganta d ferro: Daisuke Tsuda
O guitarrista mais sangue nos zoio d todos: Ryo Kawakita
A baterista mais foda (e fofa *-*): Nawo Kawakita
E o baixista mais loko d todos: Futoshi Uehara (Ue-chan XD)
Tipo a minha musica preferida deles eh a Chu chu lovely mas tbm aprecio as outras
procurem o dvd Debu Vs. Debu (o Deco Vs. Deco eh mais atual mas eu num vi ainda XD)
Nessa bando todos os integrantes cantam (e nem sempre como back), e eh muito loko a voz do vocal. quando vc ouve ele cantando e depois ele falando normal vc fica tipo O.O... quando eu assisti o dvd foi tipo muuuuuiiiito foda..
acredito q estah seja a discografia inteira deles:

beem issu eh por hoje
bjus nas bundas e saionaraXD

1 de jun de 2009

First

Nhaaaa primeiro post em q eu posso por qalqeh coisa e assacina o portugues devidamente XD. Bem, estou cansado de apenas postar poemas e coisas assim, agora irei postar oq me der na telha neste bloginho novo q acabo d fazer (inspirado por amigos q fazem o msm).
naum vou me demorar muito pq naum tenho mais nada pra fala XD~.

ahh soh uma coisa: o nome do blog foi pura falta d imaginaçãoXD